Ao Mistério Exu Caveira: Um Brinde a Morte

exu-caveira

Pelo seu sorriso que encanta e acalenta o final de todos os ciclos. Pelo seu toque, que cria condições para que tudo possa renascer. Pela doçura do medo que vós desperta, em todos aqueles que se iludem com o ato de viver. Pela oportunidade que ecoa da escuridão do seu manto ébano.

Neste momento, presente e sublime, erguemos o cálice da consciência, brindando a morte!

Pela morte de todos os nossos vícios: emocionais, mentais, espirituais, condicionais, sociais e materiais. Sejam eles de ordem química ou energética.

Um brinde!
Pela morte de tudo aquilo que atenta contra a nossa vida e a de nossos semelhantes: as magias negras, os bruxedos, as feitiçarias, as maldições, as amarrações, os envultamentos, os cruzamentos, as fofocas, as dissimulações, as traições e as maledicências.

Um brinde!
Pela morte de todos os processos religiosos, espirituais e mediúnicos que são distorcidos, engessados e manipulados contra a humanidade.

Um brinde!
Pela morte de toda violência, física e espiritual que é propagada pelo mundo.

Um brinde!
Pela morte dos desajustados, desequilibrados, insanos, corruptos, manipuladores e enganadores, que usam do caminho espiritual e religioso para ludibriar, atormentar, tomar e corromper aqueles que buscam ajuda e conforto espiritual.

Um brinde!
Pela morte de todos os impulsos, reações e reatividades, daqueles que atentam contra a vida ainda no ventre materno.

Um brinde!
Pela morte da covardia, da ignorância e do ódio gerado e colhido dentro do seio familiar.

Um brinde!
E após o sétimo brinde, ofertado ao poder Exu Caveira, que a morte possa se instalar e se propagar em nossas vidas, paralisando os nossos bloqueios, os ressentimentos, as amarguras, as frustrações, as depressões e as inquietações.

Fazendo com que a nossa sombra interior seja lapidada, afinando o nosso ego, gastando o nosso orgulho e ceifando a vaidade desenfreada.

Que o Senhor da Morte, reine absoluto em nossos caminhos, nos mostrando o verdadeiro sentido da Vida!
Laroyê Exu Caveira!

Fonte: Instituto 7 Porteiras


Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *