EVOLUÇÃO – Pedir ou servir a Espiritualidade?

11215091_813889338728086_7202089776570731646_n

 

É muito comum de se notar, nos lugares onde se praticam as religiões que lidam diretamente com a Espiritualidade (Umbanda, Candomblé, Kardecismo, etc.), pessoas que vão apenas para pedir. E os pedidos são os mais variados que se possa imaginar: cura para enfermidades (físicas e espirituais), melhora de emprego, ou no próprio emprego, pedido para que o relacionamento pessoal seja melhorado (mas tanto o homem como a mulher que integram essa relação não buscam se melhorar). Enfim, esses são alguns dos tipos de pedidos feitos para a Espiritualidade, na intenção de que se realizem.

Servir na Espiritualidade. Para muitas pessoas, a palavra servir traz a ideia de submissão, ser inferior, “semiescravo”, quando, na realidade, revela o quanto o ser que decidiu servir ao próximo, de preferência com AMOR, é elevado e forte. É elevado, pois a sua visão fez com que enxergasse “algo a mais” que a competição nossa do dia-a- -dia gera como normal e imutável. E forte ele também o é para conseguir sustentar “a diferença” que a sua atitude de servir gerou em relação à maioria das pessoas que não servem (nem a nada e nem a ninguém).

EVOLUÇÃO só ocorre quando existem mudanças. Na estagnação, nunca haverá evolução. O que se pede à Divindade? Evolução. Evolução pessoal, evolução da humanidade, evolução do planeta. A gente pede mudanças e acredita, à primeira vista, que as mudanças devem ocorrer no plano físico: mudar de emprego, mudar de casa, etc. Mas as mudanças mais importantes são as mudanças que ocorrem dentro de nós mesmos, as mudanças internas. Mudanças na forma de ver as coisas, na forma de valorizar os grupos aos quais se pertence, na forma de ver a sociedade emque se está e em nossos conceitos.

Podemos dizer, sem sombra de dúvidas, que SERVIR na Espiritualidade é muito melhor que só PEDIR para a Espiritualidade. Toda vez que se PEDE algo, a chance do EGO estar predominando no pedido é enorme. E quando se serve na Espiritualidade, o Ego tende a diminuir muito, pois a própria Espiritualidade nos recebe e nos abraça, para ir nos mostrando, ao longo do tempo, o que precisamos para melhorar, isto sim é EVOLUÇÃO.

Grande Axé á todos os amigos leitores de nosso site.

 

*Textos retirados do Jornal de Umbanda Sagrada colégio Pena Branca.

O carnaval

carnaval

O carnaval realizado no Brasil é a maior festa popular do mundo. Grande parte dos foliões brasileiros, no entanto, não conhece as origens e as implicações dessa festa. Para surpresa de muitos, o carnaval é anterior a era cristã. No Egito, na Grécia e em Roma, pessoas de diversas classes sociais se reuniam em praça pública com máscaras e enfeites para desfilarem, beberem vinho, dançarem, cantarem e se entregarem as mais diversas libertinagens.

O carnaval era uma prática religiosa ligada à fertilidade do solo. Era uma espécie de culto agrário em que os foliões comemoravam a boa colheita, o retorno da primavera e a benevolência dos deuses. No Egito, os rituais eram oferecidos ao deus Osíris, por ocasião do recuo das águas do rio Nilo. Na Grécia, Dionísio, deus do vinho e da loucura, era o centro de todas as homenagens, ao lado de Momo, deus da zombaria. Em Roma, várias entidades mitológicas eram adoradas, desde Júpiter até Saturno e Baco.
Continuar lendo

Significado das cores

rosas-arco-iris

As cores tem grande influência psicológica sobre o ser humano, pois são captadas pela visão e transmitidas ao cérebro. Consequentemente promovem impulsos e reações em todo o corpo. Algumas cores estimulam, outras tranquilizam, assim, o ser humano aprendeu a usar o significado das cores para passar e receber informações de acordo com suas necessidades.

PRETO
O preto transmite introspecção, favorece a auto-análise e significa também dignidade.
Uma cor com valor de uma certa sofisticação e luxo.
O uso em excesso estimula a melancolia, depressão, tristeza, confusão, perdas e medo. Por isso, na verdade jamais deveria ser usado por pessoas que acabaram de perder um ente querido como sinal de luto.
Preto é a cor do poder, da sobriedade, da hombridade, transmitindo a sensação de sofisticação e elegância.
É a “não” cor, ausência de vibração, cor das pessoas que buscam proteção ou afastamento do seu arredor.
Indicada só para detalhes de acabamento ou objeto, pois pode deixar o ambiente muito escuro, a não ser que esta seja a intenção.
O preto também pode sugerir silêncio. Quando brilhante, confere nobreza, distinção e elegância. Cor preponderantemente masculina.
Continuar lendo

Sexta- feira 13

sexta feira treze

O medo específico da sexta-feira 13 de qualquer mês se dá porque as pessoas imaginam que este seja um dia de má sorte.

A superstição foi relatada em diversas culturas. Existem histórias relatadas pela mitologia nórdica.

Na primeira delas, conta-se que houve um banquete e 12 deuses foram convidados.

Loki, espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado e armou uma briga que terminou com a morte de Balder, o favorito dos deuses.
Continuar lendo

Como gerar energias positivas

felicidade

O caminho mais direto para aumentar a tua energia pessoal é o prazer.

É aconselhável praticar todas as atividades que te proporcionem prazer físico, como os desportos e a dança. Outra forma de aumentar o nível energético é o riso de prazer, que também acelera os processos curativos do corpo.

Estimula o lado divertido, permanece junto de pessoas que te fazem rir, encontra o lado cômico em tudo o que acontece e verás as soluções surgem mais facilmente.
Continuar lendo