Colônias Espirituais no Brasil

(…) o Universo se compõe de diferentes esferas, com vários graus de luminosidade e felicidade e essas esferas nos servirão de morada depois da morte na Terra, de conformidade com as condições espirituais que aqui tenhamos conseguido.”

(…) pelas coisas que vi durante tantos anos posso fazer as seguintes declarações: no Mundo Espiritual há terras como no nosso mundo natural, há planícies e vales, montanhas e colinas e também fontes e rios; há cidades e nessas cidades há palácios e casas; há escritos e livros; há funções e comércio; há ouro, prata e pedras preciosas; em uma palavra, há, tanto em geral como em particular, todas as coisas que estão no mundo natural, mas estas coisas nos céus são imensamente mais perfeitas.”

(A Verdadeira Religião Cristã, Emmanuel Swedenborg)

“Para certas pessoas convencidas da existência do Espírito – e aqui não cogito de outras – deve ser motivo de espanto que, como nós, Espíritos tenham suas habitações e as suas cidades.

Não me pouparam críticas; “casas de Espíritos em Júpiter? … Que piada!…”(AK, Revista Espírita, agosto/1858)

“(…) os habitantes de Júpiter têm seus lares comuns e suas famílias, grupos harmoniosos de Espíritos simpáticos, unidos no triunfo, após o terem sido na luta.

Daí as moradas tão espaçosas que merecem exatamente o nome de “palácios”.

Ainda como nós, os Espíritos têm suas festas, suas cerimônias, suas reuniões públicas; daí certos edifícios destinados especialmente a essas finalidades.

”Espírito Pallissy, médium psicógrafo Victorien Sardou, em Revista Espírita, agosto/1858

Colônia:

– conjunto de indivíduos da mesma nacionalidade que se estabelecem em local estrangeiro (Novíssima Enciclopédia DELTA LAROUSSE – vol. 2. Ed. Delta)

– conjunto de indivíduos que deixaram a pátria para se estabelecerem noutro país (Enciclopédia e Dicionário Internacional – vol. V – W.M.Jackson, Inc.)

– grupo de imigrantes que se estabelecem em terra estranha (Dicionário Escolar da Língua Portuguesa – MEC).

COLÔNIAS ESPIRITUAIS = COMUNIDADES ESPIRITUAIS = CIDADES ESPIRITUAIS = MUNDOS TRANSITÓRIOS

O que rege a formação das Colônias Espirituais é a Lei de Afinidade.


As Colônias Espirituais são de diversos tipos. 

Por exemplo:
– socorristas
– correcionais
– estudo e de desenvolvimento das artes
– de pesquisas no autoconhecimento e científicas
– e muitas outras.

Nosso Lar
Colônia Socorrista Moradia
Colônia Campo da Paz
Casa Transitória de Fabiano
Colônia Redenção
Colônia da Música
Colônia Espiritual de Eurípedes Barsanulfo
Colônia Alvorada Nova
Colônia Casa do Escritor
Colônia Triângulo, Rosa e Cruz
Sanatório Esperança
Moradias
Colônia Porto da Paz
Instituto de Confraternização
Espírito Meimei
Colônia A Cruzada
Colônia Gordemônio

MORADAS ESPIRITUAIS(Vânia Arantes Damo)

Elaborado por CARLA A. NUNES Centro Espírita Porto da Paz
Esse trabalho foi idealizado, pesquisado, elaborado e postado por Léa Cristina Ximenes de Andrade.

 

O que rege a formação das Colônias Espirituais é a Lei de Afinidade.

 

COLÔNIA DAS ÁGUAS

 Próxima à entrada do rio Amazonas, em terras do Brasil, ainda com o nome de Solimões, estendendo-se no sentido em que correm as águas do grande rio, no seu encontro com o mar.

Sua especialidade: receber os desencarnados por problemas circulatórios e que são afetados no perispírito, pela impressão da doença.

 

 

 

COLÔNIA AMIGOS DA DOR

Fica ao norte de MG, passando pelo Extremo Sul da Bahia, passando por Porto Seguro e avançando pelo Oceano Atlântico.

Realiza grande socorro a recém-desencarnados através de missas, visto que os tarefeiros desta Colônia prestam atendimento nas igrejas, nas santas casas de misericórdia e em funções de ritual católico.

É uma das mais antigas colônias em terras brasileiras.

 

 

COLÔNIA DA PRAIA

Fica no sudeste do Espírito Santo, próximo a Marataízes, estendendo-se além da Ilha dos Franceses.

É voltada para atividades espirituais que atuam na ecologia terrena, desenvolvendo estudos e mantendo observação atuante no equilíbrio exercido pelo oceano, na estrutura do planeta. 

Funciona como um dos pontos de vigilância na harmonia planetária.

 

Fonte:http://saintgermanchamavioleta.blogspot.com.br –  Carla A. Nunes