Cruz de Caravaca


A Cruz de Caravaca, também conhecida como Cruz de Lorena e Cruz de Borgonha, é uma relíquia cristã de origem espanhola.
Segundo a tradição, apareceu por milagre na cidade de Caravaca, Espanha, em 3 de Maio de 1232, e, por conter fragmentos do lenho da cruz de Cristo, eram-lhe atribuídos muitos milagres.

De acordo com a lenda, à época da Reconquista cristã da península Ibérica, a região era governada pelo sultão Abu Zeyt e, na cidade de Caravaca havia prisioneiros, sendo um deles o sacerdote Gines Perez Chirinos.

Manifestando Abu Zeyt curiosidade sobre as práticas católicas, decidiu presenciar uma missa, ordenando que o sacerdote cativo lhe celebrasse uma. No dia marcado, o governante reuniu toda a sua família e corte para presenciar a cerimonia, dando ordens para que fosse dado ao sacerdote tudo o que ele necessitasse para o culto. À última hora, o sacerdote lembrou-se de ter esquecido a cruz. Com temor e com vergonha, antecipando a punição por sua falha, viu surgir, do nada, na janela acima de si, dois anjos carregando uma cruz de dois braços, toda de ouro com pedraria.

O sultão e todos os muçulmanos presentes, impressionados, converteram-se ao catolicismo.
Em 1934 a cruz medieval desapareceu misteriosamente, sendo mais tarde foi restaurada por doação, pelo Papa Pio XII, de dois fragmentos do Santo Lenho.

Desde então, foram atribuídos vários milagres à cruz, que foi adotada por outros santos da Igreja Católica. A sua devoção chegou ao Brasil com Martim Afonso de Sousa, acredita-se que com os primeiros Jesuítas, que também a difundiram nas Missões. Nestas, destaca-se na cidade de São Miguel, onde existe uma, feita pelos indígenas, e que é conhecida no Rio Grande do Sul como “Cruz Missioneira”.

A Cruz de Caravaca é eficiente para curar toda classe de doenças como também inúmeras práticas para libertação de feitiços e encantamentos com bençãos e exorcismos. De acordo com a cultura popular e influências diversas, a Cruz de Caravaca pode adquirir outros nomes: Cruz das Missões, Cruz de Lorena, Cruz de Borgonha, Cruz de São Miguel, Cruz Missioneira. O significado continua sendo de proteção e é usada em forma de relíquia peitoral ou pedestal. Os dois braços representam a distinção arquiepiscopal ou patriarcal. Popularmente os dois braços significam fé redobrada.
Conhecida também como a cruz dos 4 elementos, este simbolo de cura é muito utilizada por algumas entidades da linha de Omolu.

O significado é de proteção e devoção, ela é usada em forma de relíquia peitoral ou pedestal. Os dois braços representam a distinção arquiepiscopal ou patriarcal. Popularmente os dois braços significam fé redobrada.
O Pároco Gines Perez Chirinos inspirado pelos anjos, escreveu algumas orações em latim, nós mostraremos tradução da Novena da Cruz de Caravaca e como ela deve ser rezada.
Observação: Nesta oração o fiel aceita sua condição de pecador e pede o perdão antes de receber a graça; solicita proteção contra o mal e deseja forças para caminhar no bem; invoca os poderes místicos do sangue e das chagas de Cristo, dos cravos e da cora de espinho; Uma oração com palavras fortes, completa e poderosa!

COMO REZAR:
– Esta novena é poderosa e milagrosa, contudo a fé é parte fundamenta para se alcançar uma graça;
– Esta oração deve ser rezada de pé, diante de um crucifixo;
– Genuflexão é o ato de dobrar os joelhos, deve ser feito sempre que mencionada na oração juntamente com o sinal da cruz;
– Se houver outras pessoas, elas devem permanecer de joelhos durante toda a oração, somente a pessoa que reza fica de pé;
– Por se tratar de uma novena, o rito deve ser repetido por nove dias consecutivos;
– A oração deve ser recitada preferencialmente a partir das 7 da noite. Ou se preferir, reze a novena sempre às 3 horas da tarde;
– A cada dia da novena, antes de iniciar a oração, acenda uma vela branca junto a Cruz (crucifixo).

SAUDAÇÃO A CRUZ
Ave sagrada e milagrosa Cruz em que padeceu Nosso Senhor Jesus Cristo pelos nossos pecados.

MILAGROSA ORAÇÃO DA CRUZ DE CARAVACA
(de pé – genuflexão- faça o sinal da cruz)
Nós vos adoramos Senhor Jesus Cristo e Nós vos Bendizemos porque com Vossa Santa Cruz salvastes o mundo (genuflexão- faça o sinal da cruz)
Pequei Senhor e por isso suplico vossa misericórdia, Vós que perdoastes o pecado do mundo, perdoai os meus pecados. (genuflexão- faça o sinal da cruz)
Restitui-me Senhor a alegria do Vosso amparo e dai-me forças para caminha na prática do bem. Não desprezeis Senhor meu Deus as minhas preces. (genuflexão- faça o sinal da cruz)
Nós vos adoramos Senhor Jesus Cristo e Nós vos Bendizemos porque com Vossa Santa Cruz salvastes o mundo
Vós que sois louvado pelos céus. A vós todos os Serafins, Querubins, Arcanjos, Anjos proclamam: “Santo, Santo, Santo, Senhor dos exércitos” por todos os séculos dos séculos, assim seja.
Meu Senhor Jesus. Vós que derramastes Vosso Santíssimo Sangue na Cruz, nos abriste o caminho do céu, nós vos rogamos a Vossa benção. Compadecei-Vos de nós, Senhor. Suplicamos a Vossa clemência e que nunca desampareis os que imploram Vossa Graça e Vossa proteção em suas atribulações.
Salve Cruz Gloriosa, Santo Madeiro, Milagroso Lenho! (faça o sinal da cruz)
Diante de Vossa Cruz nós Vos imploramos Senhor Jesus, meu Deus, meu Redentor, que Vossa misericórdia nos conceda a graça:
(mencione aqui o seu pedido)
Pelas Vossas Cinco Chagas, pelas Vossa Coroa de Espinhos, Pelos Cravos que feriram Vossos pés e Mãos, atendei-nos Senhor, e lavai os nossos pecados.
Bendita Cruz em que foi cravado Nosso Senhor Jesus Cristo, estendei sobre nós os vossos braços protetores. Defendei-nos, Sagrado Lenho, das tentações demoníacas. Santa Cruz, nós viemos a Ti como ao nosso verdadeiro abrigo e fortaleza. nosso escudo e arma, nossa luz e salvação dos perigos, doenças, crimes e pecados. (genuflexão- faça o sinal da cruz)
Meu Senhor Jesus Cristo, sede meu Mestre e meu Amigo, concedei-me com perdão dos meus pecados a graça de:
(repita aqui o seu pedido)

Aliviai nosso coração aflito, confortai nosso ânimo. Iluminai nosso espírito e dai-nos coragem para evitarmos o pecado: (ajoelhe-se)
Eis o Lenho da Cruz em que pendeu a Salvação do mundo.
“Ágios ó Théos, Ágios íchirós, Âgio Athánatos, Eléiseon Imás.”
Louvado seja o Senhor
Para Sempre seja louvado.
Assim seja, amém.

UTILIZE EM MOMENTO DE GRANDE PERIGO
(A invocação a seguir deve ser feita em casos de grande perigo, de preferência reze de joelhos.)
(faça o sinal da cruz) “Pela Santíssima Cruz em que vós, Nosso Senhor Jesus Cristo, padeceste e morreste, salvai-nos. Estendei sobre mim vossa graça. Dai-me a colher os frutos da cruz, símbolo do Vosso Sacrifício. A vós suplico proteção, pela Santa Cruz de Caravaca e aos Vossos pés me abrigo. Valei-me, pela minha fé. Assim seja, amém.”