Desenvolvimento Mediúnico

Para todos os mediuns de Umbanda, sabemos como o desenvolvimento é difícil…. Ah, é realmente difícil, quando fazemos a comunicação não sabemos se estamos loucos ou nos deixamos envolver pela emoção de ouvir o som dos atabaques e começar a soltar o corpo.
– Será que sou eu? Estou ouvindo tudo… Nossa, que vergonha, o que estou fazendo?
Esses e outros diálogos são muito comuns no início do desenvolvimento umbandista, inicia-se aquele aglomerado de dúvidas, de incertezas fazendo com que não tenhamos mais convicção daquilo que queremos, muitas vezes pensei em desistir, porque achava que estava ficando maluco ou estava fingindo. Como realmente é difícil o desenvolvimento.
Mas de repente, você vendo tudo aquilo acontecer e o seu sacerdote lhe designa para um passe, de repente, você começa a agir e segurar a boca, comumente ouvimos “Não tenho permissão para falar”, mas você está ali, dando o seu passe.
De repente você percebe que a pessoa sai melhor, hummmm… Será que foi eu?

Mais para frente, vem um pessoa em sua frente, e como que num passe de mágicas, você começa a falar o que está acontecendo na vida dela… Logo vem em sua cabeça:
– Ué gente, além de louco, virei adivinho… Mas que raios to falando tudo dessa mulher?
De repente o consulente fica mais íntimo, se abre mais, se sente mais à vontade e inicia-se o diálogo, quando acaba o trabalho, você começa a se perguntar que acontecimento foi aquele.
Depois de alguns meses, volta aquele consulente:
Obrigado Sr. Guia, aconteceu tudo aquilo, confio muito em vós, minha filha está doente, o Sr. consegue dar uma olhada?
De repente está lá você novamente, vendo tudo…. Suas mãos sobre o local enfermo, utilizando vela, pemba, mel, seja lá o que for, de repente a dor do consulente se dissipa, ele sai melhor e novamente você recebe o agradecimento.
– É, acho que realmente estou com alguma coisa! Já falei coisas que eu não sabia, agora estou até curando… Graças a Deus, realmente acho que estou incorporado.
E assim sucessivamente ocorre, gradativamente você começa a aumentar sua certeza de que realmente você está incorporado e fazendo o seu trabalho de forma consciente ou semi-consciente sempre amparado pelo seu guia.
Esse processo pode demorar semanas, dias e anos, dependendo da dedicação do medium, mas o produto final é sempre o mesmo, a caridade concedida e a graça alcançada.