DO CATIMBÓ AOS TERREIROS, PRAZER SOU ZÉ PELINTRA!

z-C3-A9pilintra

Antes de surgir na Umbanda, inclusive antes mesmo da Umbanda nascer, a personificação de Zé Pelintra já se apresentava no Catimbó (norte do país) e nas Macumbas Cariocas.
No Catimbó ele era entendido por meio dos mitos e lendas sobre sua suposta vida e nessa manifestação traz consigo um traje mais simples do que o visto na imagem popular em que ele usa terno e sapatos brancos e na cabeça carrega um chapéu panamá.No Catimbó ou na Jurema Sagrada, Zé usa chapéu de palha e cachimbo de angico, é um homem forte, robusto e joga capoeira como ninguém.


Em cada região do país ele vem com uma roupagem, em cada lugar que passa desfila um figurino, para cada caminho que percorre faz isso de forma singular e assim, se manifesta nos mais diversos credos, tradições e crenças brasileiras. Fala a cada uma delas se adequando ao espaço que lhe foi concedido.
Por isso também multiplica-se em suas formas de ser e sentir e desta forma ganha expressão, Seo Zé agora é conhecido, “tem nome” e às vezes até é chamado de ‘doutô’dos pobres.
Dentro do gingado – próprio da malandragem – se comunica e se faz entender e como é bom em se fazer entender.. é bom porque se identifica e se identifica porque fala de igual, fala com a propriedade de quem já passou pelos mesmos desacertos. É essa essência que carrega consigo, de quem já esteve às margens, de quem viu de frente o olhar que fulmina injusto e recaí inevitavelmente sobre o menos favorecido.
Adaptável, como bom malandro tem que ser. Brinca com o contraditório, ora é sagrado, ora é profano. Confunde os menos avisados e surpreende os acomodados.
Mas quem é esse espírito, que transita por entre as religiões, que não se restringe a uma só linha de manifestação e que abriu as portas dos terreiros para que a malandragem invadisse as giras, transformando o espaço do sagrado na rua, nos becos e nas vielas?!
Prazer, José Pelintra. Para os mais chegados Seo Zé….

AXÉ IRMÃOS DE FÉ!!


Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *