Kaô Kabecilê Xangô


Xangô é o Orixá que rege o senso da Justiça e é nesse sentido que pedimos ajuda para sermos mais justos, equilibrados e ponderados.

Xangô também é a Divindade que movimenta o Fogo. Energia que limpa, purifica, energiza, vitaliza, mas que também queima.

Xangô é considerado Rei, e como Rei, É PODEROSO.

Suas afirmações e determinações devem ser ouvidas e cumpridas sem questionamentos.

Xangô não tem afinidade com questionamentos, com dúvidas ou conflitos, Xangô É, e sabe que É.

Sei que muitos de seus filhos são questionadores, duvidam e entrar em conflitos facilmente, mas isso acontece porque estão no sentido oposto de seu Orixá. Sentido que só depois de muito “saravá”, de muito “axé” e de muita “teimosia” consegue-se positivar plenamente.

Aliás, Xangô tem uma essência extremamente teimosa e uma das coisas que eu sempre peço a Xangô é que “Ele me permita ser muito teimosa quando o assunto for Fé”

Enfim, aproveitem essa bela oração e vamos manter nossa mente aberta cuidando de nossos atos, palavras, sentimentos e julgamentos, afinal, devemos pensar duas vezes antes de “batermos cabeça” e clamarmos por justiça a Xangô, pois muitas vezes o que achamos injusto nada mais é do que NOSSO MERECIMENTO.

Mas se caso precisarem realmente de Xangô para ajudá-los quando se sentirem injustiçados, peçam então que Xangô os esclareçam e se estiverem certos, então que Ele esclareça a outra parte, e se esta não ouvir, então não precisa nem pedir que a Lei de Ação e Reação é automática e se cumprirá a Justiça de Xangô em vossas vidas.

Oração a Xangô

Meu Pai Xangô, o Senhor que é rei da justiça, olhai a todos que imploram a vossa proteção e a vossa benção.

Que do alto de sua pedreira nos mandeis a faísca de um raio luminoso, a fim de podermos tratar com serenidade e com a mais pura justiça os nossos semelhantes.

Faça valer sempre a vontade Divina, purifique minha alma nas águas de sua cachoeira.

Se errei, conceda-me a luz do perdão.

Faça de seu peito largo e forte meu escudo para que os olhos de meus inimigos não me encontrem. Permita Pai, que eles não atinjam meu corpo nem minha alma.

Empresta-me sua força de guerreiro para combater a injustiça e a cobiça.

Que eu não faça e nem sofra injustiças.

Clamo Pai, para que a justiça divina seja feita para todo o sempre.

Proteja-me, senhor do fogo e da vida, para que não me falte a coragem, a alegria de viver, a fé e a caridade.

Ó Senhor do Machado Sagrado! Peço que o meu coração seja puro e que tenha a força das rochas que sempre estão sobre o seu domínio.

Abençoe-me, grande Orixá, ensina-me a ser bom e justo, instrui-me a amar meus semelhantes tanto quanto os Divinos Orixás me amam.

Conceda-me a graça de receber sua luz e sua proteção.

Minha devoção te ofereço!

Kaô Kabecilê Xangô, Kaô meu Pai!