Okê Arô!!!


Oxóssi é o que basta a si mesmo! É a divindade da caça que vive nas florestas e está relacionado com as árvores e os antepassados. Relaciona-se também com os animais, cujos gritos imita com perfeição, caçador valente, ágil e generoso propicia a caça e protege contra o ataque das feras. Gera progresso e riqueza ao homem e a manutenção do sustento pois traz alimentação em abundancia. Como é associado à figura de um caçador, transmite a seus filhos as principais características necessárias para essa atividade: concentração, atenção, determinação para atingir os objetivos e uma boa dose de paciência.
Oxóssi é sincretizado com São Sebastião e comemorado no dia 20 de janeiro. Sua cor é a verde, seu principal símbolo é o arco e flecha, seu metal é o bronze, o dia da semana é a quinta feira e suas principais pedras são a esmeralda, a amazonita e o quartzo verde.

Oração à Oxossi:

Meu pai Oxóssi, vós que recebestes de Oxalá o domínio das matas, de onde tiramos o oxigênio necessário á manutenção de nossas vidas durante a passagem terrena, inundai os nossos organismos com a vossa energia, para nos curar de nossos males!
Vós que sois o protetor dos caboclos, dai-lhes a vossa força, para que possam nos transmitir toda a pujança e a coragem necessária para suportarmos as dificuldades a serem superadas!
Dai-nos a paz de espírito e a sabedoria para que possamos compreender e perdoar aqueles que procuram nossos Centros, nossos guias, nossos protetores, apenas por simples curiosidade, sem trazerem dentro de si um mínimo da fé.
Dai-nos paciência para suportarmos aqueles que se julgam os únicos com problemas e desejam merecer das entidades todo o tempo e atenção possível, esquecendo-se de outros irmãos mais necessitados!
Dai-nos tranquilidade para superarmos todas as ingratidões, todas as calúnias!
Dai-nos coragem para transmitir uma palavra de acalento e conforto àqueles que sofrem de enfermidades para as quais, na matéria, não há cura!
Dai-nos força para repelir aqueles que desejam vinganças e querem a todo custo magoar seus semelhantes!
Dai-nos, enfim, a vossa proteção e a certeza de que quando um caboclo, num gesto de humildade, baixar até nós, ali estará a vossa vibração!