Os sintomas de um médium

Cientistas tentam desvendar, cientificamente, a alma

Você sabe o que significa mediunidade? Significa perceber frequências sutis ao nosso redor. Todos nós temos intuição, que nada mais é que um Mentor, um espírito de alma mais evoluída nos guiando, falando ao nosso ouvido.

Mentor é uma pessoa “paga” pelo Universo para cuidar de nós. Cada um cuida de 11 pessoas. Dependendo da evolução do médium que vem a Terra, ele não precisa desse guia.

É importante entender a mediunidade, pois senão ela fica reprimida. E por não saber como trabalhar a energia, o médium sofre tantos ataques que ficam desestabilizados e sua vida torna-se toda atrapalhada. Se não se tratar ele acaba na sarjeta espiritual.

O médium precisa trabalhar espiritualmente para se sentir livre das energias. Pois, quem apresenta a mediunidade aflorada, normalmente é mais suscetível a obsessores e deve tomar um cuidado especial.

Algumas pessoas, antes de reencarnar, aceitam essa missão, e, quando aqui estão, começam a receber sinais, ver indícios de sua mediunidade. Muitas vezes, esses sintomas passam despercebidos, pois parecem coisas comuns. Conheça os principais:

Calafrios.
Ânsia de vômito frequente.
Sensação de fraqueza.
Tremor.
Ouve vozes.
Dores nas costas.
Vida Estagnada.
Falta de energia.
Acorda cansado.
Pés gelados.
Clarividência e Vidência.
Corpo cansado.
Mãos formigando.
Visões extras sensoriais.

Por: Márcia Fernandes