POMBAGIRAS – Espíritos de Luz

969267_261203894004687_817979969_n

FALANDO SOBRE POMBAGIRA.

Personagem das mais importantes devoções brasileira, eis a Pomba gira, a grandiosa dama da noite, rainha das ruas, dos cemitérios e das encruzilhadas. Para algumas pessoas é o aspecto feminino do orixá Exu; para outros, uma entidade que viveu na terra e hoje retorna para ensinar, aprender e gozar de alguns prazeres. Mete medo em muita gente e tem sido alvo nos ataques às religiões afro-brasileiras.

Têm presença garantida nas casas de umbanda, algumas de candomblé, e em outras religiões afro-brasileiras..São conselheiras valorosas e chamam a atenção por sua exuberância e seu deboche. Você pode encontrar diferentes grafias para a palavra, diferentes também são os discursos sobre elas. O que não muda é que a Pomba gira representa a sexualidade em seu aspecto feminino, em complemento a Exu – que representa o masculino.
As Pomba giras são entidades que já viveram na terra e que voltam para fazer contato para ensinar, aprender,evoluir. São muito procuradas com a resolução de conflitos amorosos, para a manutenção de relacionamentos afetivos familiar e de questões relacionadas ao dinheiro e ao poder aquisitivo.
Sua força é grandiosa. A ela, pede-se proteção, tanto para vencer as demandas quanto para proteger as casas e os terreiros.

Existem diversas Pomba giras: Maria Padilha, Maria Mulambo, Maria Quitéria, Cigana, das Almas, Sete Saias, Sete Maridos, Rainha, Rosa dos Ventos, Calunga, Das Águas, Dama da Noite, Mocinha, Do Cruzeiro etc. E todas elas têm uma história de vida em que esbarram com o amor e com alguma opressão da sociedade em que viveu….

Ótimas entidades para desmanche de magias negras,para resgate de relacionamentos conturbados e para limpeza de caminhos.

AXÉ