Quartinhas

quartinhas

Tanto na umbanda como no candomblé as quartinhas são amplamente usadas dentro dos ritos religiosos que compõem os costumes de cada casa. Servem para assentar ou firmar orixás ou guias de trabalho conforme a necessidade da casa ou do médium que realiza o ato religioso.

De acordo com o que aprendi um dos fundamentos que está por trás das quartinhas é o seu formato que se repararmos bem se assemelha ao do útero materno, onde se aloja a o embrião para seu desenvolvimento após a concepção.

Quando assentamos ou firmamos uma força divina (orixás) ou um guia de luz em uma quartinha estamos oferecendo a eles condições para desenvolverem seu trabalho ou suas forças e assim irradiem pra nós tudo de bom que possam oferecer de bom de acordo com nosso merecimento.

Quanto a forma de fazer ou que tipo usar cada casa tem um fundamento, cada dirigente aprendeu de um jeito eu por ter passado por algumas casas ao longo de minha trajetória espiritual aprendi de duas formas.

Uma delas é que independente se firmeza ou assentamento para orixás ou guias masculinos usamos a quartinha sem asa e para orixás e guias femininos quartinhas com asas.

Geralmente as de louças são destinadas aos orixás da direita e anjo da guarda já as de barro são destinadas a linha da esquerda.

Dentro de algumas casas cada cor de quartinha corresponde a um orixá. O branco serve tanto para Oxalá quanto para nosso anjo de guarda.