QUEM É O ORIXÁ XANGÔ

Olá, Irmãos!

Como vimos no post anterior sobre os Orixás Regentes de 2018, Pai Xangô será a maior regência dentro do próximo ano. No Texto a baixo vamos falar um pouquinho da energia e características deste Orixá fantástico.

01255753c5cc8db1f1dad95d8aa425b8

XANGÔ

Ele é o orixá da sabedoria, da justiça, da política. Seu poder é representado pela balança, simbolizando o equilíbrio do julgamento. Ele é quem luta para manter o universo divino balanceado e consistente. A representação de Xangô muitas vezes é feita com um machado. É um machado de dois gumes, que representa a força da justiça que corta para os dois lados, representando a neutralidade do equilíbrio. Quem invoca a justiça de Xangô deve ter em mente que também será julgado, e se estiver devendo à justiça divina, também terá que pagar.

Quando se pede a intervenção de Xangô pela justiça é preciso estar atento que antes de nos ajudar, ele irá analisar a nossa conduta. Ele verifica se temos sido justos em nossa vida com os nossos semelhantes. A balança deste orixá busca o equilíbrio, e tudo o que não está de acordo com a Justiça Divina é contado. Ele nos provém da justiça que buscamos de acordo com a nossa necessidade e merecimento.

As pedras e rochas são símbolos de Xangô, pois representam a estabilidade do mineral. Quando as pedras se chocam, saem faíscas que iniciam o fogo. Por isso, o elemento de Xangô é o fogo. E essa é uma analogia da chama purificadora e equilibradora de Xangô.

Cor Marrom (branco e vermelho)
Fio de Contas Marrom leitosa
Ervas Erva de São João, Erva de Santa Maria, Beti Cheiroso, Nega Mina, Elevante, Cordão de Frade, Jarrinha, Erva de Bicho, Erva Tostão, Caruru, Para raio, Umbaúba. (Em algumas casas: Xequelê), folhas de limoeiro.
Símbolo Machado
Pontos da Natureza Pedreira
Flores Cravos Vermelhos e brancos
Essências Cravo (flor)
Pedras Meteorito, pirita, jaspe, pedra rolada.
Metal estanho
Saúde fígado e vesícula
Planeta Júpiter
Dia da Semana Quarta-Feira
Elemento Fogo
Chacra cardíaco
Saudação Kaô Cabecile (Opanixé ô Kaô)
Bebida Cerveja Preta
Animais Tartaruga
Comidas Agebô, Amalá
Numero 12
Data Comemorativa 24 de Junho / 30 de Setembro
Sincretismo:  São João Batista, São Jerônimo.
Incompatibilidades:  Doenças, morte.
Qualidades: Dadá, Afonjá, Lubé, Agodô, Koso, Jakuta, Aganju, Baru, Oloroke, Airá Intile, Airá Igbonam, Airá Mofe, Afonjá, Agogo, Alafim

Xangô é o Orixá da Justiça e seu campo preferencial de atuação é a razão, despertando nos seres o senso de equilíbrio e equidade, já que só conscientizando e despertando para os reais valores da vida a evolução se processa num fluir contínuo.

Xangô é pesado, íntegro, indivisível, irremovível; com tudo isso, é evidente que um certo autoritarismo faça parte da sua figura e das lendas sobre suas determinações e desígnios, coisa que não é questionada pela maior parte de seus filhos, quando inquiridos.
Suas decisões são sempre consideradas sábias, ponderadas, hábeis e corretas. Ele é o Orixá que decide sobre o bem e o mal. Ele é o Orixá do raio e do trovão.

Xangô tem a fama de agir sempre com neutralidade , Seu raio e eventual castigo são o resultado de um quase processo judicial, onde todos os prós e os contras foram pensados e pesados exaustivamente. Seu Axé, portanto está concentrado nas formações de rochas cristalinas, nos terrenos rochosos à flor da terra, nas pedreiras, nos maciços. Suas pedras são inteiras, duras de se quebrar, fixas e inabaláveis, como o próprio Orixá.

 

OS FILHOS DE XANGÔ
Os filhos de Xangô são descritos como tipos firmes, seguros, energéticos. São seres que inspiram a maturidade mesmo quando jovens, sem que isso lhes tire a beleza ou alegria. Têm comportamento comedido, prezam pela sua segurança e por isso nunca dão um passo maior que a perna. Suas medidas e decisões são tomadas com estabilidade. Assumem facilmente a liderança, são bons conselheiros e não gostam de ser contrariadores. São normalmente serenos, mas podem passar a atitudes austeras e até agressivas quando estão irados ou contrariados. São discretos, humildes e não guardam rancor de ninguém.

O medo de cometer injustiça, muitas vezes, retarda suas decisões. Contraditoriamente, o maior defeito dos filhos de Xangô é julgar os outros. Eles precisam aprender a domar essa característica para se tornarem verdadeiros representantes do Senhor da Justiça, do Rei das Pedreiras. É um erro pensar que os filhos de Xangô têm privilégio em seu julgamento. Ele atua sobre os seus filhos com o mesmo peso do machado, para educar e ensinar sobre a justiça. Este orixá é o pai que auxilia e educa o filho para o caminhar por toda a eternidade, para fazer dele o reflexo divino do equilíbrio, lealdade e justiça.

AXÉ IRMÃOS!!!

fonte: textos retirados de http://www.wemystic.com.br/artigos/xango-umbanda-orixa/ / todos direitos reservados


Comentar com Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *