Saluba Nanã Buruquê, Saluba !


Dia 26 de julho, amanhã, comemoramos o dia da Orixá Nanã Buruquê e, é claro, não poderíamos deixar passar sem falar um pouquinho dessa Orixá tão importante na nossa Umbanda.

É festejada no dia 26 de julho;
Sua Saudação – Saluba Nanã (dona do pote da Terra);
Sincretismo – Nossa Senhora Sant’ana;
Principais Ervas – assapeixe, alfavaca, erva-cidreira, folha de limão, lágrimas de Nossa Senhora (folhas), vitória-régia;
Suas Flores – crisântemo branco ou roxo, rosa e palma branca;
Cor – violeta ou lilás (sabedoria);
Símbolo – vassoura de palha ou Ibiri (cetro de palha da costa, com talos de dendezeiro e búzios) que ela traz na mão para afastar a morte;
Guia de contas – Cristal lilás ou pedra ametista;
Pedra – Ametista;
Domínio – Lama e pântanos;
Elemento – Água da chuva e terra (lama);
Para Oferendá – la – Velas brancas, roxas e rosas; flores brancas e lilases; champanhe rosé; calda de ameixa ou de figo; melancia, uva, figo, ameixa e melão; mingau de sagu; milho branco e arroz tudo depositado à beira de um lago ou mangue, com muito respeito e amor.

Oferendamos Nanã para solicitar que: Ela decante nossos sentimentos e lembranças negativas, que nos ajude a esquecer as mágoas, o rancor, a dor, etc. A Ela pedimos maturidade e mobilidade para viver em harmonia e com sabedoria.

Saluba Minha mãe!!!