Somos Muitos

maos dadas

Somos muitos, acreditem, somos muitos mesmo. Vamos começar a assumir esta identidade umbandista.

Não precisa ser fanático e querer converter todo mundo, apenas faça o teste de não esconder que é umbandista e ficará surpreso em ver que muitas pessoas são umbandistas e muitas, mas muitas mesmo, têm muita curiosidade de falar sobre Umbanda.

Afinal, para falar mal, já tem muita gente… e para falar bem, só temos nós os praticantes. Se nós nos omitirmos, sobrarão apenas os milhões que já falam mal. Então adote esta ideia: falar bem da Umbanda sempre que tiver uma oportunidade, mas sem ser o chato ou a chata que só quer falar o tempo todo de Umbanda, mesmo para quem não quer ouvir.

Tome consciência: Somos formadores de opinião!

Agora, lembre-se: não fale apenas por palavras, mostre com gestos e atitudes, porque um exemplo, uma virtude e um caráter valem muito mais do que todas as suas palavras juntas. Seja, em sua vida, o que aprende no terreiro. Tenha a força dos Orixás como alavanca para se tornar cada vez mais tranquilo, paciente, tolerante, forte, determinado. Leve a paz dos orixás por onde for.

Por: Alexandre Cumino