ERVAS QUENTES, MORNAS E FRIAS

ervas

ERVAS QUENTES

Vamos chamar de “ervas quentes” as ervas fortes cuja atuação energética é agressiva. Elas tem alto poder de limpeza, todavia, seu uso excessivo pode causar buracos ou rompimentos em nossa áurea e campo energético. Devem ser usadas com moderação. São elas:

– Fumo
– Bagaço de cana
– Casca de Jurema Preta
– Guiné
– Arruda
– Casca de Alho
– Angico
– Dandá
– Beladona
– Aroeira
– Peregum
– Pimenta
– Losna
– Alpiste
– Cipó Cruz
– Cânfora
– Folha de Chorão
– Pinhão Roxo (muito indicada para quebra de amarrações e magia negra)

ERVAS MORNAS

Vamos chamar de “ervas mornas” as ervas que atuam de forma equilibradoras de energia, são ervas que não agridem, pelo contrário, atenuam efeitos negativos de ervas quentes. São ervas que ajudam a reconstruir a nossa energia, o nosso campo astral, nosso campo magnético, nossa áurea, etc. São elas:

– Folha de Manga
– Arlecrin
– Sávia
– Alfazema
– Cipó Caboclo
– Calêndula
– Macaca
– Samambaia
– Hortelã
– Pitanga
– Levante
– Manjericão
– Camomila
– Tapete de Oxalá
– Erva Doce

ERVAS FRIAS.

Ervas frias são aquelas não são agressivas como as ervas quentes e seus benefícios vão além de equilibrantes como as ervas mornas. Elas atuam especificamente em um determinado campo magnético.

Ervas frias “Atratoras”

– Rosa Vermelha
– Rosa Laranja
– Artemísia
– Malva
-Amora
– Maçã
– Canela
– Canelinha
– Cravo da Índia

Ervas frias “Energéticas”

– Girassol
– Emburana
– Folha de Café
– Guaraná
– Jurubeba
– Nó de Cachorro

Ervas frias “Calmantes”

– Capim Cidreira
– Maracujá ( folhas )

– Melissa
– Valeriana
– Pêssego
– Beterraba ( folhas )

AXÉ A TODOS OS IRMÃOS DE FÉ!

O MANJERICÃO

manje

O MANJERICÃO

Atualmente, é utilizado na Umbanda em muitos rituais, para banhos e defumações, é sagrado e purificador. O ­manjericão ­macerado é muito bom para limpeza dos lares, livrando-os de energias ruins, negativas, larvas energéticas nocivas, vindas de espiritualidade de baixa luz, que invadem e ocupam ambientes. No banho, macerado com hortelã, purifica corpo e mente, trazendo maior disposição e ânimo. É importante que as folhas estejam frescas para uso. O manjericão nos terreiros é uma erva de grande poder de vitalização áurica, tanto que, além do banho e energização do corpo e ambientes, é utilizado para energizar as guias dos médiuns, banhando-as com a água na qual a erva macerada permaneceu em repouso.

O seu banho,macerado é ótimo para os desorganizados e indisciplinados. Ajuda-nos também a ver o brilho e o perfume da vida.

Tem como principal característica litúrgica o poder de elevação espiritual por isso é muito utilizado em banhos.

Erva de grande poder medicinal, também é anti-inflamatório, estimulante digestivo, calmante e previne problemas digestivos e infecções no intestino,contra gases.

Erva de Oxalá,Oxossi e Oxum.
O manjericão roxo, pertence a Xangô.

Axé Irmãos!!

ESTOU EVOLUINDO ESPIRITUALMENTE ?

question-mark-1019820_960_720

A pergunta sempre se repete: o que é a evolução espiritual? Como sei se estou evoluindo?
A reposta básica é: você está evoluindo quando está aumentando o tempo e a intensidade do que é nobre em sua vida.
Ter paz, serenidade e sabedoria é uma meta importante que todos devem buscar. Ser útil, amigo companheiro, caridoso, sensato, equilibrado, esforçado, disciplinado, etc. São dezenas de qualidades positivas que cada um deve desenvolver.
É um desafio para várias encarnações. Principalmente porque cada um também deve fazer a reparação dos erros passados.
Para evoluir: mantenha sua mente focada no objetivo e aproveite todas as oportunidades para praticar a qualidade que quer desenvolver. Mantenha-se firme na sua decisão, já que algumas recompensas demorarão a aparecerem.
Evoluir é uma arte. É a capacidade de, aos poucos e com vários tropeços, vencer um a um cada desafio que aparecer ao longo de todas as encarnações.
Se você quer evoluir espiritualmente, comece a treinar o autocontrole de seus pensamentos.
Você não reencarnou a passeio. Mas, se evoluir, encontrará paz e satisfação que irão acalentar sua alma.
O retorno do espírito para o corpo é planejado. A família em que ele nascerá será aquela capaz de propiciar o positivo e o negativo que precisa para evoluir.
As Leis de Deus, que faz tudo transformar, é uma poderosa arma que incentiva e obriga cada ser humano a se adaptar, aprender e evoluir.
Caso a pessoa escolha caminhos negativos ou a fuga, não aprenderá, não evoluirá, não amadurecerá. Os sofrimentos demorarão mais e nos desafios futuros não contará com os benefícios da evolução.
Um dos mais belos benefícios de evoluir espiritualmente é não permitir que a própria mente aumente os sofrimentos. Ao contrário, toda evolução torna menos sofrida o enfrentamento das dificuldades.

AXÉ MEUS IRMÃOS.

Guiné – A erva da transmutação energética

GUINE

A ERVA DA TRANSMUTAÇÃO

O guiné é uma erva com largo uso dentro da Umbanda, é utilizada em sacudimentos residenciais pessoais e comerciais, em banhos, em vasos como proteção e também é muito utilizada pelos caboclos e pretos velhos em suas rezas e curas. O guiné também é receitado, em casos onde haja muita necessidade de descarga energética, em banhos, que devem sempre ser tomados do pescoço para baixo, exceto quando a entidade de confiança ou um Zelador confiável receitam diferente.

Esta erva também é muito empregada em defumações, com as mesmas propriedades do banho. O guiné é uma erva consagrada nos cultos afro brasileiros ao Orixá Oxossi e a Obaluaê e  sua origem é africana. O banho de guiné tem a propriedade de transmutar energias negativas em positivas.

O banho,com a maceração dessa erva com as folhas frescas,produz um efeito imediato na transmutação das energias pesadas,trazendo uma energia de leveza e paz.

Muito indicada para aproximação de energia dos PRETOS VELHOS.

AXÉ MEUS IRMÃOS.

O MÉDIUM CAMBONO

umbanda

Os Cambonos são médiuns de sustentação, e são tão importantes quanto os médiuns ostensivos (de incorporação mediúnica) e os médiuns de couro (Ogans) nos trabalhos de um Templo de Umbanda; Assim como todos os médiuns, os cambonos devem seguir certos procedimentos e ter a dedicação e responsabilidade dentro do terreiro.

O Cambono, médium de sustentação, é aquele trabalhador, com mediunidade ostensiva ou não, que deve estar presente em todos os trabalhos, mas que não participa diretamente do fenômeno, nem dos procedimentos de incorporação mediúnica para atendimentos.

Como o próprio nome diz, embora não esteja envolvido no fenômeno ou na assistência, faz a sustentação energética do trabalho, mantendo o padrão vibratório elevado por meio de pensamentos e sentimentos elevados.

Ao contrario do que se pensa, os médiuns cambonos de sustentação são tão importantes quanto os médiuns de incorporação, pois são eles que ajudam a garantir segurança, firmeza e proteção para o grupo e para o trabalho, enquanto médiuns de atendimento fazem sua parte e desenvolvem o trabalho assistencial.

Além disso, são eles também que ajudam os médiuns de incorporação, como já foi escrito linhas acima. Considerando esse papel fundamental, podemos listar alguns requisitos importantes para os médiuns cambonos:

RESPONSABILIDADE, tanto quanto qualquer médium, o cambono precisa conhecer a mediunidade e tudo que diz respeito ao trabalho com a espiritualidade e as energias humanas, a fim de poder auxiliar eficientemente o dirigente do Templo.

FIRMEZA MENTAL E EMOCIONAL, como é responsável pela manutenção do padrão vibratório durante os trabalhos, o cambono deve ter grande firmeza de pensamento e sentimento, a fim de evitar desequilíbrios emocionais e espirituais que poderiam por a perder a segurança do trabalho e de seus irmãos de fé.

EQUILIBRIO VIBRATÓRIO, como trabalha principalmente com energias – que movimentam com os seus pensamentos e sentimentos, o cambono deve ter um padrão vibratório elevado, a fim de poder se manter equilibrado em qualquer situação.

COMPROMISSO COM A CASA, COM OS GUIAS E DIRIGENTE ESPIRITUAL, o cambono deve lembrar-se de que, mesmo não tomando parte direta nas assistências, tem alguns compromissos a serem observados:
Conhecer e observar os regulamentos internos a fim de segui-los. Explica-los, quando necessário, e faze-los cumprir, se for o caso; dando o exemplo na disciplina e na ordem dentro da casa; colaborando, sempre que possível, com as iniciativas e campanhas da instituição.
Evitar faltar ás giras sem motivos justos, e principalmente faltar sem avisar seu dirigente; procurando ser sempre pontual nos trabalhos e atividades relativas; procurando colaborar com a ordem e bom andamento do trabalho.
Com os guias espirituais: lembrar que eles contam com os cambonos para atuar no ambiente e nas energias necessárias aos trabalhos a serem realizados, os guias Espirituais devem ser sempre atendidos com presteza e respeito.

AUSENCIA DE PRECONCEITO, o cambono não pode ter qualquer tipo de preconceito, seja com os assistidos, encarnados ou desencarnados, seja com os dirigente, irmãos, etc…
Ele não está ali para julgar ou criticar casos que tem oportunidade de observar, mas para colaborar para que sejam solucionados da melhor forma, de acordo com a sabedoria e a justiça de Deus.

DISCRIÇÃO, o cambono nunca, jamais deve comentar ou relatar, dentro ou fora da casa, as informações que ouve, os problemas dos quais fica sabendo e os casos que vê nos trabalhos que participa. A discrição deve ser sempre observada, não só por respeito aos envolvidos, encarnados ou desencarnados, como também por segurança para que as entidades envolvidas nos casos atendidos não venham a se ligar a trabalhadores, provocando desequilíbrios.
Os comentários só devem acontecer diretamente ao Dirigente do Templo, quando o cambono perceber algo de errado.

COERENCIA, tanto quanto o médium de incorporação, o cambono deve manter a conduta sadia e elevada, dentro e fora da casa em que trabalha, para que não seja alvo de cobrança de obsessores, no intuito de desmascarar em suas atitudes e pensamentos.

Como vimos, as responsabilidades dos cambonos, médiuns de sustentação, são as mesmas que a de todos os médiuns, e exigem deles o mesmo esforço, a mesma dedicação e a mesma responsabilidade.

Não é fácil ser um cambono. Para ser um, é preciso aprender muito sobre o mundo espiritual e sobre a conduta que deve adotar para alcançar a evolução espiritual.

OS CAMBONOS SÃO O CARTÃO DE VISITAS DO TERREIRO.

RESUMINDO, SER CAMBONO É ALGO MAGNIFICO E DE EXTREMA IMPORTANCIA, BASTA REFLETIRMOS PARA MELHORARMOS DENTRO DO QUE NOS PROPOMOS A PRATICAR.

AXÉ AMIGOS!!