Os médiuns e a linha de Guardiões


Muitas vezes, ele funciona como um espelho, refletindo em seu comportamento os defeitos e qualidades de seu médium. Não estamos falando aqui de mistificação nem animismo e sim de um comportamento em que pela convivência um exterioriza qualidades e defeitos do outro.

Apesar de Exu ter opinião própria a manifesta em linguagem simples e direta de forma que todos entendam. É ele a entidade mais próxima a nossa realidade e anseios materiais. Quando o médium começa a se desenvolver costuma ouvir que há a necessidade de doutrinar seu Exu. É natural que o médium não tenha doutrina no inicio de sua jornada espiritual e Exu exterioriza isso em seu comportamento, após boa doutrinação da entidade veremos a necessidade de doutrina também para o médium que acaba de chegar na casa. Durante o desenvolvimento mediúnico é ainda natural que o Exu se apresente pedindo sua oferenda, pois sua força é potencializadora e vitalizadora da mediunidade.
Continuar lendo

Pontos de Subida Guardiões e Damas

Exu curio já saravou, exu vai embora, sua hora chegou (bis)

Balança com fé, é hora, é hora (bis)

São Miguel lhe chama que os exus já vão-se embora (bis)

 

Cambono, camboninho, meu, meu cambono, vem que exu vai embora (bis)

É é é hora, cambono, de exu ir embora (bis)

Pontos Cantados Damas

Umbanda sua rainha chegou, Umbanda mais uma estrela brilhou (bis)

Oi salve, salve as pombas giras que vem da encruzilhada para alegrar nossa gira

Oi salve seus ponteiros de aço

Salve as suas tesouras que cortam todo o embaraço

 

Eu vinha caminhando à pé para ver se encontrava uma cigana de fé (bis)

Ela parou para ler minha mão, ela me disse toda a verdade

Eu só queria saber se ela é a pomba gira de fé (bis)

 

Rosas vermelhas para uma rainha cigana (bis)

Rosas vermelhas, rosas vermelhas pras pomba giras que seguram a nossa Umbanda

Continuar lendo