Livre Arbítrio

livre-arbitrio

O livre-arbítrio é a característica que faz de você co-criador com Deus. Nós herdamos de Deus a capacidade de criação.

E exercemos essa capacidade pelo nosso poder de escolha. Podemos fazer ou deixar de fazer de acordo com a nossa vontade. Isso nos torna responsáveis pelos atos que praticamos e pelos atos que poderíamos praticar e não praticamos. Responsáveis pelo mal que fazemos e pelo bem que deixamos de fazer.

Somos influenciados constantemente. Influenciados pelos nossos pais, pela família, pela mídia, pelos livros, pelos ambientes em que vivemos e desenvolvemos nossas atividades. Mas isso não diminui a nossa responsabilidade. Cada um de nós é uma consciência pensante dotada de livre-arbítrio. Sempre temos condições de aceitar ou não as influências que chegam até nós. Ninguém implanta ideias em nossas cabeças sem a nossa permissão. Não existe espírito encarnado ou desencarnado com poder de nos ditar o que pensar, o que falar e o que fazer. Para isso é indispensável o nosso consentimento.

A compreensão do livre-arbítrio nos dá a dimensão real da consciência do que fazemos. Podemos enganar as pessoas, podemos burlar as leis, podemos mentir, enganar, disfarçar, lesar muitas pessoas sem que ninguém perceba. Mas nós sabemos. Nossa consciência está acompanhando tudo. Nossa consciência é a partícula de Deus que nos cabe. E não há como enganar a Deus.

Antes de você reencarnar, você provavelmente tomou resoluções e participou do planejamento das características principais da sua vida atual. Mas isso não quer dizer, de maneira alguma, que tudo esteja escrito em sua vida. Você planejou aspectos importantes como o seu lar, o seu ambiente, as condições em que se deram os seus primeiros anos, algumas questões relacionadas ao corpo físico. Mas você tem pleno poder de modificar o rumo da sua vida, para melhor ou para pior.

O seu livre-arbítrio é o seu poder de escolha. É a sua capacidade de ser o comandante de sua própria existência. Você manda. Você decide. Cada decisão sua produz uma consequência. Sempre. E você tem que arcar com as consequências dos seus atos.

Que Deus é esse?

quedeus é esse
Somente, através do mecanismo reencarnatório, poderemos entender o porquê de centenas de jovens, uns estudantes, outros recém formados, tiveram que deixar a vida de uma maneira tão trágica.

Que Deus é esse? Certamente alguns pais, parentes e amigos desses jovens questionaram diante do desespero na hora do adeus aos entes queridos. E, naturalmente sob afirmações, entre um soluço e outro: meu filho, minha filha, meu amigo, minha amiga era tão bom!. Por que Deus permitiu que isso acontecesse?

No entanto, aqueles pais espiritualizados, e que através dos ensinamentos espiritualistas aprenderam conciliar a teoria com a pratica; apesar da dor profunda da separação física souberam compreender os desígnios de Deus. Ainda que anestesiados pela saudade que levará algum tempo para ser amenizada.
Continuar lendo