Oração aos Exús

exu 3

Saravá a vossa banda!

Salve Senhores Exus, donos de encruzilhadas, cemitérios, caminhos, campos, matas, becos, e lugares ocultos e perigosos do astral inferior!

A vós que habitais o limiar entre as trevas e a luz, saudamos com respeito e devoção.

A vós, orixás executores e transformadores da Lei e da Justiça Divina, na escuridão da consciência dos humanos caídos e perdidos, pelos caminhos negros da ignorância espiritual, nos dirigimos, pedindo que abram nossos caminhos, desatando os nós dos laços que amarram nossas vidas e impedem o desenrolar de nossas atividades diárias.

Tragam-nos a sorte, crescimento e vitorias em nossa vida profissional e em nossos negócios!

Ajudem-nos a manter a união de nossas famílias, o respeito, o equilíbrio e a força interior de cada um de nós!

Anulem ciumes, inveja, mau olhado e feitiços, que porventura inimigos façam contra nós!

Afastem os obstáculos que possam nos fazer tropeçar ou escorregar, causando-nos quedas que manchem nossas almas com profundidade, a ponto de marca-las por varias encarnações. Deem-nos força e vitalidade, para que consigamos eliminar esses obstáculos e recuperar nossa integridade espiritual.

Sejam nossos protetores de esquerda, servindo de escudo contra os ataques das vibrações negativas e seres trevosos que queiram nos atingir e destruir!

Intuam-nos também, contra a atuação mental dos inimigos declarados ou ocultos, para que não caiamos em armadilhas perigosas que nos prejudiquem e enfraqueçam!

Nós vós pedimos, para que nos defendam da atuação dos obsessores, quimbas e outros tipos de seres trevosos que tentem se aproximar de nós e sugar nossas energias e nossa vitalidade!

Mantenham-nos harmoniosos e equilibrados com as forças dos Sagrados Orixás de Luz, Vossos Senhores!

Ó sábios manipuladores da magia astral! Utilizem-na em beneficio destes vossos devotos e protegidos, para obtenção daquilo que pretendemos, na lei de Deus!

Movimentem vossas forças e falanges, para a formação de energias favoráveis ao atendimento de nossos pedidos, com a presteza necessária e o merecimento reconhecido pela Justiça Divina.

Com o vosso poder, concedido pelos Senhores Orixás de Luz, movimentando forças ocultas, sabemos que estaremos protegidos, amparados e fortes diante dos obstáculos, colocados em nossas vidas pela maldade alheia.

Agradecemos tudo que fizerem por nós e pedimos, do Alto, grande bençãos e aumento cada vez maiors da vossa Força e Luz, que se refletirá em vossos protegidos.

Laroiê Exu, Exú Omojubá!!!

Como agradar nosso Guardião?


Como todos sabem, Agosto é o mês dos Guardiões.
O que pouca gente deve saber é como agradar cada um deles.

Vamos lá:
Guardião do Cristal
Atua no chakra coronário, por onde acessa a parte posterior da cabeça. Homenageie-o acendendo uma vela preta e outra branca.

Guardião dos Minerais
Atua por meio do chakra cardíaco por onde acessa nosso peito. Homenageie-o acendendo a vela branca, vermelha e preta na beira de um rio.

Guardião dos Vegetais
Atua sobre o chakra frontal por onde acessa nossa testa. Homenageie-o acendendo uma vela preta verde e branca.
Continuar lendo

Os médiuns e a linha de Guardiões


Muitas vezes, ele funciona como um espelho, refletindo em seu comportamento os defeitos e qualidades de seu médium. Não estamos falando aqui de mistificação nem animismo e sim de um comportamento em que pela convivência um exterioriza qualidades e defeitos do outro.

Apesar de Exu ter opinião própria a manifesta em linguagem simples e direta de forma que todos entendam. É ele a entidade mais próxima a nossa realidade e anseios materiais. Quando o médium começa a se desenvolver costuma ouvir que há a necessidade de doutrinar seu Exu. É natural que o médium não tenha doutrina no inicio de sua jornada espiritual e Exu exterioriza isso em seu comportamento, após boa doutrinação da entidade veremos a necessidade de doutrina também para o médium que acaba de chegar na casa. Durante o desenvolvimento mediúnico é ainda natural que o Exu se apresente pedindo sua oferenda, pois sua força é potencializadora e vitalizadora da mediunidade.
Continuar lendo