Dias da Semana e Saudações aos Orixás

DIAS DOS ORIXÁS
*SEGUNDA – FEIRA: Exu, Pomba Gira, Obaluaie, Omulu, Pretos Velhos (Iorumá) e almas aflitas

*TERÇA – FEIRA: Ogum, Boiadeiros e Baianos

*QUARTA – FEIRA: Xangô e Iansã

*QUINTA – FEIRA: Oxossi, Caboclos e Caboclas

*SEXTA – FEIRA: Oxalá, Almas Santas e Linha da Oriente

*SÁBADO: Iemanjá, Oxum, Nanã Buruke, Ondinas, Sereias, Caboclas, Iaras e Marinheiros

*DOMINGO: Iori (Cosme e Damião), Crianças e Ibejadas

SAUDAÇÕES
Saravá Oxalá: Oxalá Meu Pai
Saravá Ogum: Ogum Iê Meu Pai
Saravá Xangô: Caô Cabecilê
Saravá Obaluaie: Atotô Obaluaiê
Saravá Oxossi: Okê Caboclo
Saravá Iemanjá: Odoceyá
Saravá Oxum: Aêê Mamãe Oxum
Saravá Iansã: Epa hey Iansã
Saravá Nanã Buruke: Saluba Nanã
Saravá Cabloco: Okê Cabloco
Saravá aos Pretos Velhos: Adorei as Almas
Saravá as Crianças: Ibeijada
Saravá Exu: Laroie Exú
Saravá Pomba Gira: Laroie Pomba Gira

Alexandre Cumino

Pomba Gira

Entidade confundida errôneamente com o diabo, a Pombagira ou Bombogira é um Exú feminino muito cultuado nas religiões afro-brasileiras que desempenha várias funções.
Pomba giras são entidades mensageiras dos orixás. Quando fazemos um pedido aos deuses, são elas que “traduzem” essas mensagens.
Por isso, é imprescindível a presença das pombagiras para a realização de qualquer trabalho, porque é o única que efetivamente assegura em uma dimensão o que está acontecendo na outra, abrindo os caminhos para os Orixás se aproximarem dos locais onde estão sendo cultuados. Possuem a função também de proteger o terreiro e seus médiuns.
Muito vaidosas, as Pombagiras aceitam vários tipos de oferendas caras como perfumes, jóias, champagnes, cigarrilhas, rosas vermelhas, etc.
Alguns crêem que os Exus são entidades (espíritos) que só fazem o bem, e outros que crêem que os Exus podem também ser neutros ou maus.
O poder de comunicar e ligar, confere a pombagira também o oposto, a possibilidade de desligar e comprometer qualquer comunicação. Se possibilita a construção, também permite a destruição.
Pomba giras habitam as encruzilhadas, cemitérios, passagens, os diferentes e vários cruzamentos entre caminhos e rotas, é a senhora das porteiras, portas de entradas e saídas.
Em seus trabalhos de magia, Exus e Pombas giras cortam demandas, desfazem trabalhos malignos, feitiços e magia negra, feitos por espíritos obscuros, sem luz. Ajudam a limpar, retirando os espíritos obsessores e os encaminhando para luz ou para que possam cumprir suas penas em outros lugares do astral inferior.
O Culto da Pombagira
Dia da semana: Segunda-feira
Horas de trabalho: 0h, 12h, 18h
Saudação: Laroyê !
Oferendas: Padê, velas, charutos, marafo, farofa, cebola roxa, óleo de dende, rosas vermelhas, perfumes, etc.
Onde recebe oferendas: encruzilhadas em T, cemitérios, nas estradas, etc.