Tudo é passageiro

Cacique Pena Branca

Uma gira de Umbanda é bonita de se ver.

Todos dançam e cantam, assim os seus males espantam!

Um trabalho pode ser sério, mas ter muita alegria. Mas muitos não entendem como se faz para manter a harmonia.

Só se consegue com o amor, e isso independe de religião. Amor de quem vem dar, amor de quem vem receber. Mesmo que isso, ainda para muitos, significa sofrer.

Meus irmãos, tudo é passageiro. Quando vocês encaram o sofrimento como oportunidade de aprendizado, consegue enxergar que único é o motorista, Zambi.
Continuar lendo