TIPOS DE OFERENDAS NA UMBANDA:

13506995_967027326747619_5473747321073634632_n

Muitas pessoas perguntam o que vem a ser uma oferenda ou um ebó na Umbanda, que em resumo são a mesma coisa com diferentes objetivos. Uma oferenda é a soma da energia de cada elemento entregue a entidade ou orixá para trabalhar espiritualmente resolvendo seus problemas.
Trata-se de oferecer a determinadas entidades ou orixás da Umbanda alimentos, flores, bebidas e objetos de culto para que realizem no plano espiritual o “conserto” daquilo que está atrapalhando a nossa vida.


Principais oferendas:

Oferendas de agradecimento: Quando em momentos de necessidades oramos e recebemos ajuda dos orixás e entidades regentes, costumamos fazer promessas ou retribuir de alguma forma. Pode ser uma oferenda na natureza ou algum auxilio aos necessitados. Compartilhando nosso sucesso e dizendo de forma simbólica que sem aquele auxilio não teríamos conseguido, por isso, somos gratos.

Oferendas de pedido de ajuda: Em forma de vela acesa ou uma visita de oração a um ponto de grande poder natural, como um pico ou campo aberto. Os orixás, como forças da natureza são espíritos hierarquizados que agem diretamente na esfera terrestre, estão nos campos e pontos energéticos da superfície terrestre, em todo nosso redor.

Oferendas para recuperar o que foi perdido: Visa a devolução do que pode ter sido tirado de nós por magia negativa ou até por nosso próprio descuido com a vida espiritual. Por meio de pensamentos ou ações espirituais de energias negativas as pessoas podem tirar de nós desde o ânimo para levantar de manhã até a saúde física ou dinheiro. Uma oferenda propícia a espiritualidade o poder de ajudar a recuperar objetos, bens materiais até mesmo o eixo de sua vida.

Oferendas de purificação: Geralmente é feita em locais próximos à água corrente ou em matas. Alguns fazem em cemitérios, mas sem o controle espiritual de uma entidade chefe pode se reverter em energias negativas muito pesadas. Estes lugares funcionam como “ralos energéticos” e absorvem os maus fluidos, mas a água e as matas têm o poder reciclador de muito axé, enquanto no cemitério a energia ruim absorvida pode ficar retida e prejudicar quem não estiver preparado, pois é um local que acumula muita tristeza e pesar.

Oferendas aos orixás e entidades regentes: A fim de obter ajuda para realizar aquilo de melhor para nós, nossos “amigos espirituais” sempre vão requerer nosso comprometimento e fé e, algumas vezes, isto pode vir em forma de uma oferenda a pedido de nosso orixá ou entidade regente. Médiuns devem fazer frequentemente uma oferenda ritual a seus orixás , assim como deve fazer também para seus guias espirituais mais próximos.

AXÉ A TODOS OS AMIGOS!

Como sei qual Orixá devo oferendar? Parte 2


Oi Pessoal! Como foi o estudo da primeira parte do artigo sobre as oferendas aos nossos Pais e Mães Orixás? Muitos questionamentos? Espero que não e, conforme combinado, coloco hoje pra vocês a segunda parte e finalização do artigo. Prontos?

XANGÔ – um dos Orixás mais temidos pelo fato de ser Ele o determinador da Justiça e quem ativa a Lei em nossas vidas, fazendo valer o ponto que diz “quem deve paga e quem merece recebe”. Portanto, oferendar Xangô é muito forte e muito especial, é nesse momento que devemos baixar nossas cabeças e permitir que seja feita a vontade de Deus e não a nossa. E é esse o “espírito da coisa”: não se oferenda Xangô para pedir a nossa justiça, mas a justiça Divina. Infelizmente, isso pouco acontece pois as pessoas estão viciadas em seus desejos e julgamentos e vão logo aos pés do Grande Rei Xangô pedir seus desejos, o que é um grande erro. Devemos oferendar Xangô para buscar e pedir equilíbrio entre a razão e a emoção, a justiça, a sensatez, a razão, a determinação e a coragem para recebermos aquilo que merecemos. Pedimos a Ele que nos mantenha sensatos e livres de quaisquer julgamentos, tanto os que emitimos quando os que recebemos.

EGUNITÁ – mesmo sabendo que poucos conhecem ou cultuam essa Orixá, vale a pena dizer que Ela é o fogo vivo e divino, portanto a oferendamos quando queremos que essa ação do fogo queime e consuma todas as energias negativas, todos os excessos emocionais e todos os cordões negativos que nos envolvem e envolvem nossas casas. Ela também ajuda a consumir energias de vícios.
Continuar lendo