A confusão é Uma Benção

SABEDORIA MÃOS

A grande maioria de nós foi ensinada, desde muito cedo, a ter certezas na vida. Elas são consideradas um sinal inequívoco de que você está vivendo em total consonância com a assim chamada normalidade. Por isso, aqueles que em algum momento se sentem totalmente perdidos, aqueles para os quais as certezas se tornaram repentinamente inaceitáveis, são logo rotulados como loucos, pois já não podem viver adaptados às regras que lhe foram impostas pelo mundo.

Quando se trata do crescimento interior, no entanto, as certezas não têm qualquer valor, elas apenas significam que você não está se permitindo experimentar, arriscar, ousar. E que está evitando a verdadeira aventura em que consiste o viver. Quando se apega ao que é conhecido, rotineiro e seguro, perde a oportunidade de descobrir dentro de si, o poder infinito da criação, que lhe permite gerar novas possibilidades a cada circunstância da vida. A confusão é bem-vinda, pois, enquanto permanece perdido, em dúvida, indeciso, ainda há uma chance de que você faça a escolha pelo novo caminho.
Continuar lendo

O rio e o oceano

oceano

Diz-se que, mesmo antes de um Rio cair no Oceano ele treme de medo.

Olha para trás, para toda a jornada, os cumes, as montanhas, o longo caminho sinuoso através das florestas, através dos povoados, e vê à sua frente um Oceano tão vasto, que entrar nele nada mais é do que desaparecer para sempre.

Mas não há outra maneira. O Rio não pode voltar.

Ninguém pode voltar.

Voltar é impossível na existência.

Você pode apenas ir em frente.

O Rio precisa se arriscar e entrar no Oceano.

E somente quando ele entra no Oceano é que o medo desaparece.

Porque apenas então o Rio saberá que não se trata de desaparecer no Oceano, mas tornar-se Oceano.

Por um lado é Desaparecimento e por outro lado é…

Renascimento.
Assim somos nós.
Só podemos ir em frente e arriscar.
Coragem !!! Avance firme e torne-se Oceano!!!

Por: Osho