Existe o pensador, ou apenas o pensamento?

obsessão2

“O pensamento-eu é a fonte de todos os pensamentos.

A mente só vai se dissolver através da autoinvestigação “Quem sou eu?”. O pensamento “Quem sou eu?” destruirá todos os outros pensamentos e depois destruirá a si mesmo também. Se outros pensamentos surgirem, devemos perguntar a quem esses pensamentos ocorrem, sem tentar completá-los. Que importa quantos pensamentos surgem? Na medida em que cada pensamento surgir, devemos estar vigilantes e perguntar para quem ele ocorre. A resposta será “para mim”.

Se você perguntar “quem sou eu?”, a mente então voltará à sua Fonte. O pensamento que surgiu também desaparecerá. À medida que você praticar dessa forma mais e mais, o poder da mente de permanecer em sua Fonte aumentará.
Continuar lendo

Larvas astrais ou miasmas

miasma

São conhecidas como larvas astrais ou miasmas, as criações mentais que exigem três elementos essenciais para substituírem: uma substância orgânica, uma forma aparente e uma energia vital. As larvas astrais não são corpos sutis, não são seres, espíritos, almas… É apenas matéria grosseira, energia deletéria, um aglomerado negativo plasmado e animado pelos resquícios do instinto, agora em dissolução.

Existem substâncias plásticas etéreas que permitem sua criação; a forma depende do sentimento ou da ação mental que inspirou sua criação, e o elemento vital que as anima vem do reservatório universal da energia cósmica, elementos esses gerados através de certos materiais utilizados em magias negras.

A vida das larvas durará na medida da energia mental ou passional emitida no ato de sua criação, e poderá ser prolongada desde que, mesmo cessada a força criadora inicial, continuem a serem alimentadas por pensamentos, ideias ou vibrações da mesma natureza, de encarnados ou desencarnados.
Continuar lendo

Pensamentos


1. Sobre a compreensão do invisível e a expansão da Consciência
Quando você pensa em coisas como entidades e tenta saber a verdade a respeito delas, é necessário voltar a atenção para a verdade ilimitada que está por trás das aparências.

Nós não podemos chegar à verdade sobre qualquer coisa, a menos que a mente se expanda para a consciência do todo que está contido em tudo. E nós não podemos ascender, a menos que a nossa atenção seja direcionada para os vastos reinos que estão além de todas as aparências.

Haverá sempre algo além! E o “além” de hoje deve ser demonstrado numa realidade palpável nos dias que se sucedem. O que se esconde hoje deve ser um fato comprovado amanhã.

Isso é possível quando buscamos a verdade, não no mundo das aparências, mas nas esferas mais amplas que estão além das aparências atuais.
Continuar lendo