Uma visão sobre Exús e Pomba-Giras

0s guardiões do terreiro, Entidades de segurança nos Templos de Umbanda.
Temos que começar a mudar nossos conceitos de Exú e Pomba Gira. Vamos a partir de agora ver o Exú e a Pomba Gira como aquela polícia que guarda e toma conta das ruas obedecendo sempre uma hierarquia de comando, que é o Exú chefe do Terreiro, e acima dele os guias chefes da Casa.
Podemos também ver os Exús como aqueles lixeiros alegres que passam pelas ruas recolhendo toda a “sujeira”. Vêm com brincadeiras e algazarras, mas fazem um trabalho enorme em benefício da sociedade, que diga-se de passagem é muito pouco reconhecido.
E as Pomba-giras seriam as “margaridas” mulheres que trabalham também na limpeza de nossas ruas e nossa cidade, exercendo a sua profissão com presteza e determinação. Assim como devemos ter um conceito mais respeitoso do Exú, devemos também dedicar mais respeito aos trabalhos das Pombas Giras, deixando de encará-las como mulheres vulgares e da vida, que só vêm “para arranjar casamento” ou o que é pior, para desfazer casamentos… Isto é uma coisa absurda e vulgar…
O trabalho da Pomba Gira é sério. É também um trabalho de descarrego, de limpeza, de união entre as pessoas. De abertura dos caminhos da vida, seja do ponto de vista material, mental ou espiritual.
Continuar lendo

Pontos de Subida Guardiões e Damas

Exu curio já saravou, exu vai embora, sua hora chegou (bis)

Balança com fé, é hora, é hora (bis)

São Miguel lhe chama que os exus já vão-se embora (bis)

 

Cambono, camboninho, meu, meu cambono, vem que exu vai embora (bis)

É é é hora, cambono, de exu ir embora (bis)

Pontos Cantados Damas

Umbanda sua rainha chegou, Umbanda mais uma estrela brilhou (bis)

Oi salve, salve as pombas giras que vem da encruzilhada para alegrar nossa gira

Oi salve seus ponteiros de aço

Salve as suas tesouras que cortam todo o embaraço

 

Eu vinha caminhando à pé para ver se encontrava uma cigana de fé (bis)

Ela parou para ler minha mão, ela me disse toda a verdade

Eu só queria saber se ela é a pomba gira de fé (bis)

 

Rosas vermelhas para uma rainha cigana (bis)

Rosas vermelhas, rosas vermelhas pras pomba giras que seguram a nossa Umbanda

Continuar lendo

Orixá Pomba Gira – 05/03/2011

Orixá Pomba-gira, é uma Divindade Unigênita gerada por Deus (Olorum) e manifesta Sua qualidade estimuladora em tudo e em todos.
Deus ao individualizar seu aspecto estimulador gerou uma Divindade Unigênita Chamada Pomba-gira que a partir daí geraria em si e a partir de si toda energia estimuladora de Deus sendo nesse aspecto e qualidade onisciente, onipotente e oniquerente.
Deus é o Todo e Pomba-gira é parte do todo que foi individualizada em seu aspecto estimulador e assim também o é com Ogum que é a individualização de Deus em seu aspecto Ordenador, ordenando tudo e todos na criação, desde o desenvolvimento de uma célula que tem que desenvolver-se de forma ordenada até o desenvolvimento do caráter intimo de cada ser. E assim é com todas as divindades de Deus que gera em si as condições e meios ideais para que os seres gerados por Deus sejam amparados e possam evoluir.

Pomba-gira é também conhecida como trono dos desejos ou senhora regente dos desejos, pois é o atributo que melhor qualifica a energia divina estimuladora gerada por Ela.
A nossa mentalidade e cultura judaico-cristã nos influência a idealizarmos o sentido de desejo como algo voltado somente ao sexo e ao pecado, porem o desejo ou estimulo como energia divina esta relacionada a todos os nossos sentidos e áreas da nossa vida, pois somos estimulados pela Divindade Pomba-gira e vibramos intimamente o desejo de professar uma fé e buscar uma religião que nos proporcione o prazer de vivenciarmos Deus através dela, de vencer na vida e passar por todos obstáculos e dificuldades pertinentes ao nosso dia-dia, de amar ao próximo, de casar e constituir família, Ela também estimula em nós o desejo de buscarmos a retidão de caráter, o equilíbrio, a razão, o conhecimento, a sabedoria ,ou seja, todas as virtudes divinas afastando-nos dos vícios e desestimulando os sentimentos negativos vibrados por nós.

Continuar lendo

Pomba Gira

Entidade confundida errôneamente com o diabo, a Pombagira ou Bombogira é um Exú feminino muito cultuado nas religiões afro-brasileiras que desempenha várias funções.
Pomba giras são entidades mensageiras dos orixás. Quando fazemos um pedido aos deuses, são elas que “traduzem” essas mensagens.
Por isso, é imprescindível a presença das pombagiras para a realização de qualquer trabalho, porque é o única que efetivamente assegura em uma dimensão o que está acontecendo na outra, abrindo os caminhos para os Orixás se aproximarem dos locais onde estão sendo cultuados. Possuem a função também de proteger o terreiro e seus médiuns.
Muito vaidosas, as Pombagiras aceitam vários tipos de oferendas caras como perfumes, jóias, champagnes, cigarrilhas, rosas vermelhas, etc.
Alguns crêem que os Exus são entidades (espíritos) que só fazem o bem, e outros que crêem que os Exus podem também ser neutros ou maus.
O poder de comunicar e ligar, confere a pombagira também o oposto, a possibilidade de desligar e comprometer qualquer comunicação. Se possibilita a construção, também permite a destruição.
Pomba giras habitam as encruzilhadas, cemitérios, passagens, os diferentes e vários cruzamentos entre caminhos e rotas, é a senhora das porteiras, portas de entradas e saídas.
Em seus trabalhos de magia, Exus e Pombas giras cortam demandas, desfazem trabalhos malignos, feitiços e magia negra, feitos por espíritos obscuros, sem luz. Ajudam a limpar, retirando os espíritos obsessores e os encaminhando para luz ou para que possam cumprir suas penas em outros lugares do astral inferior.
O Culto da Pombagira
Dia da semana: Segunda-feira
Horas de trabalho: 0h, 12h, 18h
Saudação: Laroyê !
Oferendas: Padê, velas, charutos, marafo, farofa, cebola roxa, óleo de dende, rosas vermelhas, perfumes, etc.
Onde recebe oferendas: encruzilhadas em T, cemitérios, nas estradas, etc.