Curta nossa Página!!

Link

www.facebook.com/tucabocloubirajara/

Olá, amigos e irmãos de fé!
Curta nossa página no facebook para ajudar na divulgação de nosso Templo Espiritual e na propagação de nosso trabalho de caridade.

O Templo de Umbanda Caboclo Ubirajara fica situado a Rua Pascoal Ganeo 1047, Centro, Santa Cruz da Conceição – SP.
Atendimentos aos sábados as 19h30min.
A casa foi fundada em Março de 2002, tem como dirigente Espiritual
Pai Carlos d’ Oxóssi, seguindo os rituais de Umbanda ditados pelo Caboclo Ubirajara Peito de Aço, guia chefe desse terreiro.
Nosso Templo visa amparar e auxiliar todos aqueles que buscam se reencontrar nos caminhos de Nosso Pai Celestial.

⇓ Link

https://www.facebook.com/tucabocloubirajara/

OS PONTOS CANTADOS

Pontos-Cantados-640x330

Dentro de todo universo espiritual, a Umbanda é uma religião de alegria, de prazer, é uma religião de descontração, de dês-repressão e aí entra a música na Umbanda com o seu atabaque.
A Umbanda é uma religião de transe. A Umbanda é uma religião de êxtase religioso.
A Umbanda é uma religião Xamânica também.
E o couro, o atabaque é um instrumento que entra como recurso de ajuda no transe.. Então, o atabaque bem tocado, é uma vibração que nos pega de baixo para cima, ele mexe com o nosso sentido da terra, é algo que sobe, é algo que mexe com seu chacra de base e a incorporação é um fenômeno visceral.

Continuar lendo

DO CATIMBÓ AOS TERREIROS, PRAZER SOU ZÉ PELINTRA!

z-C3-A9pilintra

Antes de surgir na Umbanda, inclusive antes mesmo da Umbanda nascer, a personificação de Zé Pelintra já se apresentava no Catimbó (norte do país) e nas Macumbas Cariocas.
No Catimbó ele era entendido por meio dos mitos e lendas sobre sua suposta vida e nessa manifestação traz consigo um traje mais simples do que o visto na imagem popular em que ele usa terno e sapatos brancos e na cabeça carrega um chapéu panamá.No Catimbó ou na Jurema Sagrada, Zé usa chapéu de palha e cachimbo de angico, é um homem forte, robusto e joga capoeira como ninguém.

Continuar lendo

O POVO MALANDRO NA UMBANDA

22140813_1401709646612716_8573845314728498126_n

A origem do POVO MALANDRO, está associada aos discípulos de ZÉ Pilintra.
O povo Malandro, são entidades alegres, extrovertidas, defensores dos mais fracos e principalmente dos desregrados. À esses, ensina que malandragem não é vadiagem. E sim, a arte de saber viver com ética e responsabilidade: O que se faz, deve fazer bem feito, caso contrário, vai pagar pelo erro. Não gosta de enganar as pessoas de bom coração. Mas com aquelas que se julgam muito espertas, eles estão sempre dando uma ‘rasteira’.
Gostam de ouvir os problemas das pessoas que os procuram.
Apesar de sua aparência jocosa, estão sempre voltados à prática da caridade e da evolução espiritual de seus médiuns. Em suas incorporações gostam de roupas leves e sem formalidades.
As cores das roupas são sempre em tons fortes ou estampadas.
Sua bebida geralmente é a cachaça. Mas vemos em alguns Terreiros de Umbanda, Malandros bebendo cerveja ou batidas de limão (limãozinho).
Geralmente estão sempre descalços, pois gostam de sentir o chão em que pisam.
Em geral, todas estas entidades a exemplo do Patrono Zé Pilintra, tiveram em sua existência alguma forma de contato com a vida dos morros, da periferia, ou talvez passaram por situações que se assemelham ou tenham ligações com essas situações, outros não passaram por similares mas escolheram essa linha de trabalho por se simpatizarem com ela.
A mensagem trazida pelos Malandros e pelas Malandras as Casas Umbandistas e a do equilíbrio, tudo em todas as existências deve ser equilibrado. Não é problema ir a festas, bares nem sequer também fazer uso de bebidas alcoólicas, o problema está na maneira como se frequenta ou se usa e as consequências dos mesmos,quando fazemos disso um vicio.

SALVE A MALANDRAGEM, SALVE SEU ZÉ PILINTRA!

AXÉ IRMÃOS!